Interview

bernardo1

Entrevista com Bernardo Campos

(Portuguese only)

A segunda ediçao do Prêmio Noite Rio 2013 foi um verdadeiro sucesso. Todos que participaram da realização do evento estão de parabéns. Tudo fluiu perfeitamente, desde o coquetel no início com aqueles queijos maravilhosos – foi difícil a galera entrar no teatro! – até a escolha do casal que apresentou os finalistas: afinadíssimos, melhor impossível.

Discurso da vitória!

Discurso da vitória!

Para nós do Molotov21 foi uma alegria enorme ver o nosso Bernardo Campos levar o troféu de Melhor DJ de Eletrônico. Fizemos uma entrevista com o garoto que está voando na noite carioca. Confira!

Em que ano você começou a tocar profissionalmente?

Comecei a tocar há 8 anos atrás. Na época peguei todo dinheiro que eu tinha na poupança e investi em um par de CDJs 100 e um mixer Behringer de 3 canais. Me lembro que eu fiquei uns 2 meses trancado no meu quarto treinando, só saia para comer (risos).

Você já esperava ganhar esse prêmio? Como foi a sensação na hora de levantar a taça?

Eu realmente não fazia ideia. Foi uma grande surpresa para mim quando o Sany Pitbull falou o meu nome. A sensação foi indescritível já que tinham muitos amigos na platéia e todos gritaram muito. Foi como mandar muito bem em um set, mas sem nenhuma música tocando (risos).
Dediquei o prêmio aos meus amigos que sempre me apoiaram desde o inicio, foi um momento muito especial.

Da esq. para dir.: Alan Fack, Bernardo Campos, Diogo Mosciaro, Bruno Maia, Pedro Mezzonato e Patrick Gomes.

Da esq. para dir.: Alan Fack, Bernardo Campos, Diogo Mosciaro, Bruno Maia, Pedro Mezzonato e Patrick Gomes.

Você foi um dos DJs mais presentes nas cabines do Rio de Janeiro nesse ano de 2013. O que você pode falar sobre esse ano que passou?

O ano está sendo muito bom para mim. Acho que estou amadurecendo a cada ano que passa e soube aproveitar as oportunidades que tive. A grande maioria dos contratantes que me chamaram pela primeira vez, voltaram a me chamar depois. Isso foi um alerta que as coisas estavam indo bem, até porque foi um ano que sai bastante da minha zona de conforto e toquei em varias festas com line ups variados. Esse foi meu maior desafio!

Tive muitas alegrias com minhas festas também. A cena do Rio está aquecida e por sorte eu estou no meio do furacão.

O que você pode dizer a quem acompanha o seu trabalho? Alguma surpresa para 2014?

Sim, acho que nós sempre temos que inovar para manter o público e nós mesmos interessados. Então, com certeza vem coisas novas por ai. Posso adiantar que em 2014 vou continuar firme na produção das minhas festas BASE, IMÃ, Audio Art e minha residência na D-Date. Tenho alguns projetos novos que ainda não posso revelar. Também vou dar o gás máximo na gravadora que promete ter lançamentos incríveis.

Você tem um projeto chamado Toucan, ao lado de Olliver Mach. Como anda o projeto? Tem coisa nova vindo aí?

Cada vez melhor! O Toucan é um projeto que valorizo muito já que ele é em parceria com um dos meus melhores amigos e um dos caras mais positivos que eu já conheci na vida. Temos muitas musicas novas e remixes para serem lançados em labels bacanas. Também já temos datas marcadas na Bahia, Privilege de Buzios, entre outras para 2014.

Toucan (Olliver Mach + Bernardo Campos)

Toucan (Olliver Mach + Bernardo Campos)

Para finalizar, qual a próxima festa que você vai se apresentar?

Vou finalizar meu calendario no Rio e partir em direção a Bahia aonde vou pela segunda vez seguida no verão. Tem muita água para rolar ainda em 2013 e estou vivendo um dia ou uma gig de cada vez (risos).

Comments

comments